Melissa Brazil revela preconceito dos próprios LGBTs: “Você é tão bonito e faz drag? Que horrível”

Recebemos o carioca Caio Lagnier, que dá vida a drag queen Melissa Brazil, para um papo “Sem Peruca“! Caio é bailarino e coreógrafo e conta que desde pequeno já era aquela criança afeminada, porém com uma família muito acolhedora.

Ele começou a dançar com 8 anos, mas foi somente com 14 anos que virou algo profissional. O carioca já participou de comissões de frente, Criança Esperança, minisséries da Record, viajou pelos Estados Unidos e mais 46 países com companhias de dança. A Melissa surgiu depois de trabalhar como bailarino da drag carioca Karina Karão, foi montado a primeira vez por ela e aproveitou as viagens de trabalha para se montar fora do Brasil, onde já ganhou até concursos de drag!

Caio já ouviu comentários preconceituosos da própria comunidade LGBTQ+ e revela que foi chamado para participar, tanto desmontado quanto montado, do reality show da MTV, Rio Shore.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!