MS: Idoso gay é encontrado morto com mãos e pescoço amarrados por fio

Um idoso de 67 anos foi encontrado morto no sofá da casa dele, na Vila Progresso, em Campo Grande (MS), na noite desse domingo (17/10). Segundo a polícia, ele tinha as mãos e o pescoço amarrados por um fio.

Segundo o boletim de ocorrência, um casal de amigos esperava Paulo Quezada Penha para um trabalho. Tendo em vista que o idoso não tinha o hábito de faltar compromisso, o casal se prontificou em ir até a casa dele e se deparou com o local escuro e fechado. Como Paulo não atendia, a Polícia Militar (PM) foi chamada. Os policiais arrombaram o cadeado o portão de entrada e pela janela quebrada, viram a vítima no sofá com as mãos amarradas por um fio branco que também estava enrolado no pescoço. O corpo já estava em rigidez e com sangramento pelo ouvido esquerdo, aparentemente sem lesões.

A porta da cozinha do imóvel estava arrombada. Amigos de Paulo, que era gay assumido, contaram à polícia que há cerca de um ano ele já havia sido amarrado com fio por uma pessoa e esta o havia perseguido por um tempo. Segundo o G1, o caso foi registrado pela Polícia Civil, na Depac – Cepol, como homicídio simples e a polícia já tem o nome do homem que já havia agredido Paulo.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!