CE: Travesti de 53 anos é perseguida, agredida e morre ao bater cabeça no chão

A transfobia fez mais uma vítima no Brasil nesta segunda-feira (08/11). Larraya, de 53 anos, foi morta em Sobral, no Ceará, após ser perseguida e agredida por um homem no centro da cidade. O crime foi registrado por câmeras de segurança por volta das 3h.

Nas imagens, é possível ver Larraya caminhando tranquilamente, quando o homem chega, a agarra pelo cabelo e a derruba no chão. Com a violência da queda, ela cai, bate a cabeça e morre no local. Em seguida, o criminoso senta no batente da calçada e fica olhando para a vítima. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser chamado, mas Larraya já estava morta. Segundo o jornal Diário do Nordeste, equipes da Polícia Civil e Militar iniciaram as investigações e por volta de 9h desta segunda, José de Oliveira Sousa, de 43 anos, foi localizado e conduzido para a delegacia. Após análise de depoimentos e das imagens, foi confirmada a prisão em flagrante do suspeito. O homem foi autuado por homicídio. A Delegacia Regional de Sobral continua com as investigações.

De acordo com a PM, o crime foi iniciado com uma luta corporal entre vítima e suspeito. O homem já responde por um outro homicídio praticado em 2015. À época, ele chegou a ficar preso por apenas cinco meses. 

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!