Corregedoria investiga pênis de borracha encontrado em academia de formação da Polícia Militar

Um pênis de borracha foi deixado sobre a mesa de um dos professores da Academia de Polícia Militar do Barro Branco, em São Paulo, responsável por formar os principais quadros da corporação. O objeto foi encontrado no último dia 12 e a Corregedoria da PM foi acionada para investigar o caso. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a publicação, a mesma pessoa que deixou o objeto no local também derramou água sobre o computador do docente. Como não havia câmeras na sala, alunos e funcionários foram obrigados a permaneceram lá até que o caso fosse resolvido. No entanto, como o autor não foi encontrado, eles foram liberados. A instituição tem aproximadamente 660 cadetes e 140 funcionários, alguns dos policiais da academia ouvidos pelo jornal informaram que o trote ganhou grande repercussão nos grupos da PM. Além de figurinhas WhatsApp, também está sendo debatido nas redes sociais qual o motivo para a troça.

Embora o assunto esteja sendo encarado como uma brincadeira, as punições para os envolvidos deverão ser sérias, caso identificados. Quem for apontado como culpado deverá ser desligado do curso de oficiais, e se já for um policial antes de entrar na academia, o responsável poderá enfrentar um processo para ser expulso da polícia.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!