Cantor sofre com comentários da mãe: “Clipe de rap é com mulher gostosa, não com homem se pegando”

Conversamos com Chico no estúdio do Pheeno! Jornalista, cantor e ator, ele já nasceu sabendo que era gay – e até perdeu a virgindade com 11 anos! O problema, porém, foi a relação com sua família: foi expulso de casa, precisou ir na polícia e fazer um B.O. para voltar pra casa.

Chico passeia pelo rap, funk e pop e lançou recentemente seu single “Mlk Piranha”, mas ouviu comentários desagradáveis de seus pais: “Clipe se faz com mulher gostosa, não com homens se pegando”. O cantor afirma, ainda, que ser um artista viado é mais fácil no funk do que no rap e responde sobre a representatividade masculina gay na música!

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!