Coronel da PM é autuado por estupro de rapaz de 21 anos em motel do DF; vítima atirou para se livrar de ataque

Um coronel da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi autuado por estupro contra um jovem, de 21 anos, na manhã deste sábado (09/04). Segundo as investigações, Edilson Martins da Silva, 47, diretor de Apoio Logístico e Finanças, do Departamento de Logística e Finanças, do Comando-Geral da PM, forçou e ameaçou a vítima com uma arma de fogo para cometer o ato sexual.

Conforme informações do portal Correio Braziliense, o caso ocorreu no Motel Fiesta, em Taguatinga Norte. Segundo relato da vítima, que não quis revelar identidade, ele voltava a pé para casa após o curso de mecânica, quando o oficial o abordou oferecendo carona. No veículo, segundo depoimento do rapaz à polícia, o coronel teria passado as mãos nos órgãos genitais do jovem e começou a fazer sexo oral nele. “A todo momento, segundo o rapaz, o militar apontava uma arma para a cabeça dele, chegando até a encostar, em forma de ameaça“, afirmou o delegado Wolney Quintão, da 12ª DP, a publicação. O jovem teria avisado um amigo, por WhatsApp, da situação. “Chama a polícia. Ele está mostrando a arma para mim e me ameaçando, estou com medo“, escreveu ele.

No trajeto, Edilson ainda passou em casa, também em Taguatinga, pegou R$ 100, pedindo para que ele usasse o dinheiro para comprar drogas. “Na residência, o rapaz chegou a fazer vídeos da garagem e tirou fotos da placa do carro do PM para enviar ao amigo, além da localização atual”, disse o delegado. De lá, o coronel dirigiu até um ponto de venda de drogas, comprando R$ 70 de cocaína e R$ 30 de lança-perfume. No motel, Edilson teria cheirado cocaína em cima de uma bíblia. Ele nega e diz que utilizou apenas lança-perfume. O jovem também consumiu as drogas.

Aos policiais, a vítima contou que sentiu-se coagido e, para tentar fugir do local, pegou a arma do policial e efetuou disparos para o alto. Assustados com o barulho, funcionários do motel acionaram a PMDF e informaram que havia um homem armado do lado de dentro do portão. Quando os policiais chegaram, renderam o jovem e conduziram-no à 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro). No quarto do motel, o rapaz havia trancado Edilson. O jovem afirma que o homem fez sexo forçado nele. Ambos passariam por audiência de custódia no sábado.

Em nota, a Polícia Militar informou que será aberto processo apuratório para esclarecimento das circunstâncias do fato e que a corporação não coaduna com nenhum tipo de desvio de conduta de quaisquer de seus integrantes. 

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!