Conhecido como ‘Lobo do Tinder’, homem é preso suspeito de extorquir gays para pagar pensão dos filhos

Um homem foi preso preventivamente na última terça-feira (05/04) em Samambaia, no Distrito Federal, suspeito de usar aplicativos de relacionamento para extorquir homens gays. Conhecido como “Lobo do Tinder”, João Vitor Gomes, de 20 anos, buscava vítimas com boas condições financeiras e que mantinham sexualidade em segredo. 

Para aplicar golpes, João escolhia alvos, se relacionava com eles e depois passa a fazer extorsões, na maioria das vezes ameaçando contar às famílias das vítimas sobre a homossexualidade delas. O suspeito costumava roubar roupas de marcas, joias e ainda pedia transferências em dinheiro. Ele ia para os encontros com uma mochila, para que pudesse carregar os itens. Segundo a polícia, o “Lobo do Tinder” fez, pelo menos, três vítimas em Brasília. A suspeita é de que ele tenha extorquido cerca de R$ 3 mil em cada um dos crimes.

Na delegacia, segundo a Polícia Civil, o suspeito confessou que aplicava os golpes e que cometia os crimes para pagar pensão alimentícia dos filhos. Dois homens já depuseram e um terceiro estava agendado para comparecer à delegacia. “Acredita-se que existe um grande número de vítimas que sequer tenham registrado os fatos temendo ter sua intimidade exposta”, explicou o delegado-chefe da unidade, Rodrigo Larizzatti. “Se mais pessoas foram alvo desse autor, podem procurar a delegacia para serem ouvidas. A identidade de todos será preservada”, pede o delegado. João Vitor foi preso preventivamente e vai responder por roubo e extorsão.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!