“As pessoas zoam, xingam na rua”, lamenta Vitão sobre os ataques sofridos ao falar de sexualidade

Em alta com o lançamento da música “Declaração”, Vitão se pronunciou pela primeira vez a respeito dos ataques sofridos depois de falar sobre sua sexualidade. De cordo com o cantor de 22 anos, desde que abordou o assunto em entrevista à revista GQ, as pessoas passaram atacá-lo, inclusive nas ruas.

Os ataques online, os ataques na rua mesmo, não foram só ataques na internet. As pessoas também xingam e te zoam na rua também“, desabafou o músico, em conversa com o jornal Extra. Segundo Vitão, a terapia vem sendo uma forte aliada contra os ataques gratuitos. “Terapia é necessária para todo ser humano. Mas, com certeza, afetaram bastante meu emocional, e eu sigo fazendo terapia. Sigo me cuidando, cuidando da minha cabeça, e hoje eu me encontro num momento muito bom, muito saudável, emocionalmente, psicologicamente, eu estou muito bem.

O cantor também explicou por que resolveu levantar essa questão do conceito de sexualidade nas redes. “Eu quis, justamente, trazer uma conversa sobre mais liberdade humana. Mais liberdade que a gente tenha como pessoa, para não ter que se rotular de alguma forma e se encaixar dentro dessas caixinhas sociais que são impostas para nós. E isso está neste âmbito de sexualidade, mas não só nisso também. Eu não estava falando só disso. A gente vive tendo que se rotular de ‘n’ formas na nossa vida. Isso é algo que eu não quero fazer comigo. Eu não quero ter que me encaixar nesses lugares”, disse ele.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!