Nova novela do SBT tem casal gay; emissora possui histórico de censura com personagens homossexuais

A partir desta segunda-feira (16/05), na faixa das 14h, o SBT passou a exibir novela colombiana “Paixões de Gavilanes“. Na trama, dividida em duas temporadas, há um casal gay! Trata-se de Álbin (Ángel de Miguel) e Andrés (Jeronimo Cantillo). Temendo a homofobia das famílias e da sociedade, os dois viverão um romance em sigilo.

Não se sabe, no entanto, se a emissora de Silvio Santos manterá o romance no folhetim, já que o SBT possui um histórico de censura com personagens homossexuais. Em 2014, por exemplo, ao exibir a mexicana “Sortilégio“, a dublagem da trama foi editada e transformou os personagens bissexuais Ulisses (Julián Gil) e Roberto (Marcelo Córdoba) em heterossexuais. Já em 2017, o SBT eliminou a história de amor entre os jovens Diego (José Eduardo Derbez) e Leo (Diego de Erice) do folhetim mexicano “Que Pobres Tão Ricos“. Na época, a emissora alegou que as alterações foram feitas para adequar as produções à classificação indicativa do período vespertino.

Em janeiro deste ano, o SBT colocou no ar uma campanha com artistas e funcionários da emissora transmitindo mensagens de tolerância e contra a discriminação da população LGBTQIA+. Apesar de ser uma ótima iniciativa, a campanha foi resultado de uma determinação judicial contra Patrícia Abravanel. Na época da campanha, a emissora afirmou ao UOL que não “existe condenação contra o SBT e nem à sua artista” e que pediria “retificação das publicações“.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!