Família canadense se muda para Rússia a fim de escapar dos LGBTs: “Não nos sentíamos seguros”

O patriarca YouTuber de uma família canadense de direita, Arend Feenstra, decidiu que já estava farto dos LGBTs existentes em seu país. Então ele decidiu levar a família para a Rússia!

Não nos sentíamos mais seguros para nossos filhos lá no futuro”, disse Arend, pai declaradamente cristão de oito filhos, na TV estatal russa. “Tem muita ideologia de esquerda, LGBTQ+, trans, só um monte de coisas com as quais não concordamos e que ensinam lá agora, e queríamos fugir disso para nossos filhos”. Quando não está andando a cavalo sem camisa, Vladimir Putin está atualmente pressionando para renomear a Rússia como um espaço seguro para os “conservadores tradicionais”, e parece que a família holandesa-canadense foi uma das primeiras a aderir.

Teria sido uma boa ideia aprender russo antes de partir? Sim, sim, teria. Eles fizeram isso? Não, eles não fizeram. “Fomos ingênuos nisso”, disse Anneesa Feenstra, matriarca e ex-agricultora de beterraba. “Eu precisava usar o banheiro e nas portas estava escrito masculino e feminino, mas não sabia qual era qual!” “Na América, isso não seria um problema, é vale-tudo nos banheiros, mas agora em nosso mundo isso importa”, acrescentou o marido.

Num episódio do YouTube intitulado “nossa primeira semana na Rússia”, Arend mostra a hospitalidade que a população local que vive em seu distrito demonstrou à família sem noção, que não trouxe roupas suficientes para o frio. Os moradores doaram roupas de neve para as crianças e até as ajudaram com problemas de idioma. Todos os dez membros da família estão atualmente morando em um apartamento de dois quartos depois de não conseguirem encontrar uma fazenda.

Infelizmente, nenhuma gentileza de estranhos pode compensar problemas financeiros significativos: algo que os Feenstras encontraram porque – quem diria?! – Visa ou MasterCard não funcionam lá, e as autoridades fecharam a conta russa para a qual transferiram o dinheiro por se tratar de uma quantia suspeitamente elevada, sem explicação de onde veio.

Discutir pelo seu dinheiro revelou-se incrivelmente desafiador, uma vez que a Rússia não exige que nenhum banco, ou qualquer empresa, contrate tradutores de inglês. Eles agora estão recebendo ajuda adicional das autoridades com a imigração, dizendo: “temos um contato chamado Igor que se ofereceu para nos ajudar a começar com o idioma e o aluguel de terras, esse tipo de coisa”.

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!