Voto com Orgulho: PT, Psol e PDT lideram número de candidaturas LGBT+ em municípios

Com o objetivo de apurar o número de candidaturas LGBTI+ e de pessoas aliadas à causa nas Eleições Municipais de 2024, a Aliança Nacional LGBTI+, através do Programa Voto com Orgulho, iniciou o cadastramento de pré-candidaturas a vereança e a prefeitura das cidades brasileiras. Neste primeiro boletim de apuração parcial das pré-candidaturas cadastradas, temos um total de 150 pré-candidaturas, sendo 132 pessoas LGBTI+ e 18 pessoas aliadas à causa. 

Das 150 pessoas pré-candidatas, 147 são para vereança e 03 para prefeita/o. Das pré-candidaturas cadastradas até agora, o estado de São Paulo é o que possui o maior número com 34, seguido do Rio de Janeiro com 22 e do Paraná com 14. Os estados de Minas Gerais e Pernambuco aparecem cada um com 9. Já o Rio Grande do Sul conta 10 pré-candidaturas e a Paraíba registra 6.

Os estados da Bahia, Ceará e Santa Catarina, cada um, aparece com 5. Os estados de Alagoas, Espírito Santo, Mato Grosso, Piauí e Rio Grande do Norte, cada um, registra 4 pré-candidaturas e o Maranhão aparece com 3. Por fim, os estados do Pará, Goiás e Sergipe, cada um conta com 2 pessoas pré-candidatas e Amazonas e Tocantins, cada um, com apenas 1 pré-candidatura.

Em relação a identidade de gênero das pessoas cadastradas 44% são mulheres, entre as 66 pré-candidatas, 28 são mulheres cis e 38 são mulheres trans e travestis; homens cis totalizam 69 pré-candidatos. Temos ainda 1 homem trans como pré-candidato e 14 pessoas não bináries. Das mulheres trans, 03 se declaram pessoas intersexo. Entre as pessoas não binárias, 02 também se declararam intersexo.

No tocante a identidade sexual das pré-candidaturas identificamos 63 gays, 16 bissexuais, 17 lésbicas, 6 pansexuais, 2 assexuais, além de 46 pessoas heterossexuais – sendo destas: 29 mulheres trans, 15 pessoas cis aliadas, 01 homem trans e 01 pessoa não binária. No marcador raça/cor, as pessoas negras (pretas e pardas) lideram o ranking com 52,7%, sendo 79 pré-candidaturas. Já pessoas brancas possuem 66 pré-candidaturas, pessoas indígenas com 2, amarelas com 2 e pessoa cigana com 1.

Das pré-candidaturas cadastradas 46 são filiadas/os/es ao PT, 25 PSOL, 18 PDT, 13 Rede Sustentabilidade e PSB, 13. Dos demais partidos: 05 PV, 06 Podemos, 04 Cidadania, 04 Progressistas, 05 MDB, 03 PCdoB, 02 PSDB, 02 Solidariedade e com apenas 1 pré-candidatura Republicanos, AGIR, União Brasil e Partido da Mulher Brasileira (PMB).

De acordo com o diretor de Políticas Públicas da Aliança Nacional LGBTI+ e coordenador geral do Programa Voto Com Orgulho, Cláudio Nascimento, “esse primeiro boletim nos dá uma dimensão do quanto a comunidade LGBTI+ vem aumentando a sua participação política e buscando ampliar a representatividade no poder legislativo, especialmente. Vamos acompanhar e apoiar este movimento que vem se capilarizando nas cidades brasileiras. As eleições municipais são espaços estratégicos para pautar a nossa agenda por cidadania e contra a discriminação. Em 2020, elegemos mais de 100 vereadoras/es LGBTI+ e esperamos que neste ano consigamos eleger muito mais”.

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!