A influenciadora fez um desabafo em suas redes sociais após estrelar a capa digital da revista no mês do orgulho LGBTQIAPN+ (Foto: Caia Marvento Ramalho)

Maya Massafera pede desculpas à Vogue após dizer que foi enganada e acusar a revista de transfobia

Maya Massafera se envolveu em polêmica com a revista de moda brasileira, Vogue. A influenciadora estrelou a capa digital da edição de junho, que comemora o orgulho LGBTQIAPN+. Acontece que ela alegou que foi usada e enganada pela editora, acusando-a de transfobia, ressaltando que combinou divulgação não apenas virtual do editorial. Após a polêmica, ela pediu desculpa ao veículo.

“Lamentamos que um projeto tão especial quanto este, fruto de extensa negociação e que resultou em imagens tão lindas e em um relato tão importante de Maya Massafera, tenha repercutido com ruído, deslocando o foco de sua essência”, informaram numa nota oficial.

Maya disse ter sido vítima de transfobia, pautada de que o acordo não havia sido cumprido por preconceito, por não ser o padrão da publicação. “Vogue nunca negociou uma capa impressa com Maya. Temos muito orgulho do material que foi produzido e publicado, com respeito e sensibilidade ao momento que ela vive”, justificaram.

A influenciadora deixou claro, depois de toda confusão, que não queria que seu material fosse compartilhado pela Vogue. A revista garantiu que nunca prometeu o que foi declarado por Maya. “Em respeito ao desejo expresso por Maya em suas primeiras postagens, o editorial feito com ela foi excluído da edição impressa. Seguimos acompanhando e torcendo pela trajetória de Maya e pedimos que todos façam o mesmo”, finalizaram o comunicado.

Antes que a revista pudesse se manifestar, ela argumentou; “Quero só deixar claro umas coisas: Eu amo o digital e trabalho no digital. Não faz sentido e eu não quero outra capa nessa revista, tá? Eu só estava tentando me validar como mulher trans, mas não faz mais sentido isso. Ia ser puro ego meu”, ponderou.

A famosa voltou atrás e mudou de ideia sobre suas fotos e pediu perdão aos profissionais envolvidos na produção. “Se a revista quiser usar o material que já está feito, tá tudo bem. Outras pessoas trabalharam nisso. São pessoas que eu admiro muito e peço desculpas pra elas”, encerrou.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Arthur Aguiar

Redator do Pheeno, formado em comunicação social e estudante de moda. Apaixonado por contar histórias e explorar culturas.

Você vai curtir!