Sem tabus, Valesca Popozuda revela sentir “mais tesão no se*o anal do que no vaginal”

Para Valesca Popozuda, não há tabu quando o assunto é sexo. A cantora, que lançou na última sexta-feira (05/07) o EP “De volta pra gaiola”, em que retorna a sua origem dos proibidões, revelou em recente entrevista que com o passar do tempo descobriu uma nova sensação de prazer: através do sexo anal.

“Amo fazer sexo anal. Fui descobrindo que eu tinha esse desejo… Mas a pessoa tem que me conquistar na cama para ganhar. Não é com qualquer um que pratico. Quando desperta o tesão profundo, eu preciso botar essa adrenalina pra fora. Aí eu libero”, contou a funkeira ao jornal Extra. “Sinto muito mais tesão no sexo anal do que no vaginal. Descobri que gostava quando experimentei um vibrador. Isso me leva às nuvens”. Cliente fiel de sexy shop, ela se diz adepta aos brinquedos eróticos e afirma possuir diversos modelos em casa. “Amo vibradores, tenho vários, perdi as contas”, diz Valesca.

“Do lado da minha cama deve ter uns cinco. E debaixo deve ter uma mala cheia. Eu era rata de sex shop. Tenho um consolo que é um pênis que cola na parede, que cola no chão. Também tenho um brinquedo em formato de coelhinho com várias funções, dá pra brincar legal. Quando tô com vontade, vou lá e uso. Às vezes, eles são melhores do que um homem. Prefiro mil vezes eles do que ter um homem ao meu lado”, completou a carioca, atualmente com 45 anos.

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!