Mulher transexual raspa a cabeça e lista motivos para votar em Dilma Rousseff

Melina Melão é uma mulher transexual, bancária e militante da juventude do PT. Em busca de apoio político, ela divulgou um vídeo em que raspa a cabeça enquanto cita 12 motivos para reeleger a candidata Dilma Rousseff no segundo turno das eleições presidenciais deste ano. De acordo com Melina, os cabelos serão doados para uma entidade que confecciona perucas para pacientes que lutam contra o câncer.

Apesar da filiação ao PT, a militante “deixa um abraço” para Luciana Genro e confessa que votou na candidata do PSOL devido às propostas LGBT e por ela ter sido a primeira política a citar a palavra “transfobia” – o preconceito e o ódio contra travestis e transexuais – em um debate político.

Dentro os motivos mostrados no vídeo, Melina cita o relatório da ONU que mostra que o Brasil saiu do mapa da fome, a diminuição da desigualdade e do desemprego, o maior acesso à universidade com programas como Fies e ProUni, o aumento do poder de compra do trabalhador, entre outros. “Nos próximos quatro anos, vamos andar para frente em direitos humanos ou vamos endurecer os nossos corações e esmagar uma dita minoria?”, questiona.

Melina também relembra os assassinatos de pessoas trans e homossexuais. “Nós temos nomes, nós também amamos”, repete a ativista ao relembrar as mortes. Ao final, ela questiona se Dilma vai estar com os LGBTs nos próximos anos e, “para não ser injusta politicamente”, pergunta o que Aécio Neves pretende fazer pela comunidade caso seja eleito.

Assista o vídeo na íntegra…

Apaixonado por Comunicação, Marcelo Haubrich é editor do Pheeno e também responsável pelo marketing e redes sociais do site! Além disso, o carioca de 25 anos acumula diversas funções na noite brasileira: designer, produtor, DJ, entre outras.

Comentários no Facebook