Comitê russo rejeita projeto de lei anti-gays: “O projeto de lei era analfabeto”

size_810_16_9_177447115 (1)

A Duma, a Câmara Baixa do Parlamento russo, rejeitou um projeto de lei apresentado por dois deputados do partido comunista que previa multas e até mesmo detenções – de no máximo 15 dias – para casais do mesmo sexo que manifestassem afeto em público.

Segundo Dmitry Vyatkin, vice-presidente do comitê sobre a legislação constitucional e de construção do Estado, o projeto de lei, de autoria dos deputados Ivan Nikitchuk e Nikolai Arefyev, foi rejeitado “devido ao fato de que a partir de uma perspectiva jurídica formal, o projeto de lei era analfabeto”. A decisão passará por nova votação no próximo dia 19.

A pesquisadora Tanya Cooper, ligada a ONG “Human Rights Watch” na Rússia, declarou, em comunicado, que o projeto de lei pode “aumentar ainda mais a homofobia e a transfobia no país, colocando a comunidade LGBT diante de um maior risco de violência e discriminação”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!