Estado Islâmico joga jovem gay de prédio e poupa a vida de terrorista que o estuprou

210324_ext_arquivo

Mais uma vez, o grupo terrorista EI (Estado Islâmico) jogou homossexual do alto de um prédio. Desta vez, um garoto gay de apenas 15 anos foi arremessado de cima de um prédio em Deir Ezzor, na Síria. No entanto, o membro do grupo que o estuprou foi poupado da morte.

O comandante do Estado Islâmico que supostamente teria estuprado o garoto, Abu Zaid al-Jazrawi, já apareceu em um vídeo que mostra crianças terroristas executando. Os terroristas teriam poupado sua vida, punindo-o apenas com algumas chicotadas e o enviando para lutar na linha de frente no Iraque.

Desde que tomaram grandes territórios na Síria e no Iraque, membros do EI estão condenando pessoas arbitrariamente, de acordo com sua interpretação radical da sharia, a lei islâmica, e impondo punições cruéis pelos supostos crimes. Os membros do EI acreditam que a homossexualidade é um crime punível com a morte.

Abu Zaid al-Jazrawi

boy2

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!