Camisinhas grátis da Vila Olímpica são repostas sete vezes por dia

Untitled-2

O clima de pegação está tomando conta da Vila Olímpica do Rio de Janeiro! Prova disso é o que vem acontecendo com o estoque de camisinhas disponível para os atletas. Segundo publicação do jornal “O Globo”, a caixa com preservativos, que é grande, precisa ser reposta, em média, umas sete vezes por dia!

São 350 mil preservativos masculinos e 100 mil femininos que o Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu distribuir gratuitamente entre atletas, treinadores e outros membros das delegações. O número é o triplo das camisinhas distribuídas nos Jogos de Londres, em 2012, que já era considerado um recorde olímpico.

Untitled-1

O objetivo é promover o sexo seguro que, além de proteger contra doenças sexualmente transmissíveis, pode evitar também a contaminação pelo vírus da Zika — a forma mais comum de contágio é pela picada do mosquito Aedes aegypti, mas também há casos relatados de transmissão sexual.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!