Candidato à prefeitura do Rio, Flávio Bolsonaro quer boicotar Parada LGBT da cidade

concurso com transparencia

Filho do homofóbico Jair Bolsonaro, o deputado estadual Flávio Bolsonaro, que concorre à prefeitura do Rio pelo PSC, prometeu boicotar a Parada Gay da cidade, uma das maiores do Brasil, e também a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (Ceds), criada na gestão do atual prefeito, Eduardo Paes.

“A minha prefeitura será marcada pela austeridade fiscal. Eu vou perguntar para a população do Rio: ‘Se a gente tiver um real, você prefere investir na Parada Gay ou na compra de remédio para o hospital?’ Este evento se mantém sozinho, ele não precisa de dinheiro público”, disse o deputado em entrevista ao jornal Extra.

Nas redes sociais, internautas repudiaram a atitude de Flávio. “Nunca terá meu voto”, reagiu um seguidor. A parada vai acontecer de qualquer maneira, esse evento movimenta a economia da cidade”, afirmou outro. Como esperado, alguns internautas saíram em defesa do deputado estadual. “Dinheiro do poder público não é para isso”, afirmou um admirador da família Bolsonaro.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!