Petição quer que Ellen DeGeneres seja substituída por Ellen Page em seu próprio programa

Tudo tem limite, até o humor!

Milhares de pessoas assinaram uma petição para que Ellen Page substitua Ellen DeGeneres como apresentadora de seu próprio talk show, ‘The Ellen Show’, porque Page seria “muito mais gay”.

A petição, assinada por mais de 7.000 pessoas, foi criada por causa das polêmicas nas quais DeGeneres esteve envolvida nas últimas semanas.

No fim do mês passado, Kevin Porte, ex-funcionário da apresentadora, a descreveu como “uma das piores pessoas do mundo”, e depois pediu para que seus seguidores no Twitter compartilhassem a “histórias insanas” que eles soubessem sobre o comportamento de Ellen DeGeneres, prometendo doar 2 dólares ao ‘LA Food Bank’ por cada história compartilhada.

A atitude de Kevin fez com que centenas de fake news sobre o comportamento da apresentadora fossem compartilhadas, principalmente por ex-funcionários do programa e moradores de Los Angeles. As histórias compartilhadas contradizem a boa reputação de Ellen.

Menos de duas semanas depois, a situação piorou quando DeGeneres abriu o primeiro episódio do ‘The Ellen Show’ durante a quarentena, transmitido diretamente de sua casa, com uma piada comparando a quarentena a uma prisão.

Enquanto apresentava o programa, de sua mansão de 27 milhões de dólares, ela disse: “É como estar na cadeia, é o que esta situação parece. Principalmente porque eu estou usando as mesmas roupas há dez dias e todo mundo aqui é gay”.

Embora DeGeneres, posteriormente, tenha removido esta parte do programa, ela ainda não se pronunciou publicamente sobre o assunto, nem pediu desculpas. A petição, hospedada no Change.org diz:

“Ellen Page é muito melhor que Ellen [DeGeneres] para apresentar o ‘The Ellen Show’. Ellen DeGeneres é uma hétero que por acaso se tornou gay. Ellen Page é uma apresentadora muito melhor porque ela é muito mais gay.”

Uma pessoa disse que assinou a petição “porque Ellen DeGeneres fez comentários ofensivos contra uma comunidade de condenados, ex-presidiários e todas as pessoas que lutam para sobreviver nestes tempos difíceis”.

Outra disse: “Ela é rica e não sabe quais são as condições da prisão. Sua piada foi altamente ofensiva para as pessoas que sofrem durante a pandemia de coronavírus, especialmente as pessoas com pouco ou nenhum recurso para sobreviver diante das lutas econômicas e de falta de segurança que estamos enfrentando no momento”.

“O programa dela tem que continuar com alguém com mais empatia como Ellen Page. Ellen Page tem sido uma ótima ativista pela igualdade de direitos [LGBT+] e se tornou mais profissional e socialmente consciente do que Ellen [DeGeneres].”

Outros pessoas que apoiaram a mudança pela troca de apresentadora descreveram Page como “mais legal”, “um ícone LGBT+ absoluto”, “um modelo mais positivo” e “uma homossexual do povo e não da imprensa”.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto