Pesquisa aponta que 70% dos gays não estão saindo para encontros durante a quarentena

Uma pesquisa feita pela PlanetRomeo, um aplicativo de encontros de Amsterdã, revelou que 70% dos entrevistados disseram não ter furado a quarentena para encontros sexuais. A pesquisa forneceu informações sobre como gays, bissexuais e trans em todo o mundo estão lidando com restrições de distanciamento social em seus países.

“Cerca de 75.840 usuários responderam a 11 perguntas sobre saúde, economia, sexo, viagens e como estão lidando com o bloqueio”, afirma a plataforma de namoro. Cerca de 70% dos usuários do Romeo disseram que, desde o bloqueio, eles não saíram de suas casas para encontros – 36.506 (48,3%) mantinham as dates apenas online, enquanto 16.285 (21,6%) disseram que a covid-19 interromperam o interesse deles em encontros.

Outros, no entanto, não deixaram o distanciamento social afetar suas vidas amorosas – 15.510 participantes (20,5%) disseram que ainda estavam saindo para encontros, 3.105 (4,1%) usuários disseram que o COVID-19 não havia afetado sua agenda de encontros e 856 usuários (1,1%) disseram que estavam saindo eventualmente.

Ainda de acordo com a pesquisa, 40% dos usuários disseram que estão com mais fogo que o habitual, enquanto 38% falaram que estão com tesão como sempre. 20% disseram que a covid-19 diminuiu o fogo. Índia, com 56%, e Espanha, 49%, são os países com “mais tesão”. Para aqueles em relacionamentos, o bloqueio parece tê-los aproximado, com 17% relatando que estavam se saindo melhor com seus parceiros. As tensões aumentavam entre alguns casais (5,2%), enquanto outros (1,7%) estavam prestes a se separar.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!