Ian McKellen fala sobre assumir a homossexualidade aos 49 anos: “Era ilegal”

Ian McKellen decidiu revelar os motivos de ter assumido a homossexualidade aos 49 anos em 1999, e por que escondeu a orientação sexual por tanto tempo. No livro “Ian McKellen: Uma Biografia”, escrito por Gary O’Connor e lançado nesta terça-feira (26/11), o ator contou que na época nem ele sabia muito bem quem era.

“Eu realmente não sabia quem eu era – um gay enrustido”, disse ele, acrescentando que Cambridge foi um bom lugar para “sair em público e mostrar suas emoções”. Em trechos publicados pelo jornal Daily Mail, Ian explicou que até 1988 não havia assumido sua orientação sexual, mas que seus amigos mais íntimos já sabiam que ele era gay.

Segundo a biografia, McKellen não admitiu antes sua homossexualidade porque foi criminalizado e considerado ilegal no Reino Unido até 1967. “Eu gostei de me disfarçar de garoto gay enrustido”, disse ele, acrescentando que decidiu se assumir anos depois porque queria defender a comunidade LGBTQIA+. Aina da biografia, o ator questiona: “O público levaria sua atuação a sério, como Romeu, por exemplo, se soubesse que na vida real ele gostava mais de Mercutio do que de Julieta?”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!