Convidados de orgia com político anti-LGBT confundiram policiais com gogo boys e tentaram abrir o zíper das fardas

Mais um detalhe absurdo surgiu na história envolvendo aquele legislador anti-LGBTQ+ da Hungria que foi preso tentando escapar de uma orgia gay em Bruxelas, na Bélgica, no final de novembro. 

Segundo informações do site Queerty, quando a polícia chegou ao local da festinha após a denúncia de aglomeração, os convidados presumiram que os policiais eram, na verdade, gogo boys disfarçados. Ainda de acordo com a publicação, alguns dos convidados foram mais diretos e tentaram abrir o zíper das calças dos policiais. Tá passada?! David Manzheley foi a pessoa que organizou a orgia. Ao Daily Mail, ele disse que convidou apenas 10 caras para a festa e que todos fizeram um teste rápido de COVID-19. No entanto, ele não faz ideia de como a festa foi de 10 para 25 convidados.

József Szájer, de 59 anos, é um deputado super conservador do Parlamento Europeu. Ou melhor, ele era até o início desta semana, quando renunciou após ser pego, literalmente, com as calças abaixadas em uma sala cheia de homens nus. Em comunicado, Szajer pediu “desculpas à minha família, aos meus colegas e aos meus eleitores”.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!