Ministério da Saúde inclui pessoas com HIV no grupo prioritário de vacinação contra Covid-19

Ministério da Saúde inseriu nesta segunda-feira (29/03), pessoas vivendo com o HIV, de 18 a 59 anos, na lista de priorização da vacinação contra a Covid-19. Segundo a nota técnica, a indicação é vacinar este grupo após encerrar a imunização de pessoas de 60 a 64 anos.

Antes, a vacinação desse grupo estava condicionado a quantidade de células CD-4 estarem baixa, o que indicaria uma maior vulnerabilidade para a infecção do vírus. A medida promete beneficiar cerca de 700 mil brasileiros. O ministério diz que a nova atualização visa “reduzir o impacto da pandemia nesse grupo, especialmente em relação ao risco de hospitalização e óbito”. As pessoas que vivem com HIV devem receber as doses na mesma etapa em que serão contemplados quem apresenta comorbidades, como diabetes, síndrome de Down, fibrose cística, hipertensão, cirrose hepática, cardiopatias e pessoas com obesidade mórbida (IMC acima de 40).

Para receberem a vacina, indivíduos com HIV deverão apresentar receituário dos antirretrovirais, exames, relatório médico ou prescrição médica. “O início da vacinação para este grupo será informado por meio do Programa Nacional de Imunizações”, afirma o Ministério da Saúde. A nota técnica não estima quantas pessoas devem entrar neste grupo após a atualização do plano de vacinação. O ministério também afirma que pessoas com HIV, maiores de 60 anos, já estão contempladas na priorização por faixa etária.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!