Diarista gay denuncia assédio: “Pedem para eu fazer faxina de jockstrap. É constrangedor”

Conversamos com o carioca Jhonathan Leão, de 24 anos! Ele trabalha como diarista em casas de família e afirma que seus principais clientes são do público LGBTQ+! Entretanto, muita gente não respeita o trabalho e confunde as coisas. O assédio é constante. Tanto de cunho sexual quanto moral, como quando foi questionado por ter um celular de marca. “Você limpa chão e tem um iPhone?!“, ouviu de um amigo de um patrão.

Desde cedo, lida com o preconceito por ser homossexual. Sua mãe evangélica, inclusive, teve um AVC quando ele saiu do armário, o que motivou uma surra com fios do próprio padrasto. Para fugir da casa dos pais, acabou aceitando entrar em um relacionamento abusivo aos 14 anos com um cara de 38. Mesmo com todas as dificuldades, Jhonathan não se abala e compartilha as lutas do dia-a-dia em vlogs divertidos nas suas redes sociais. E revela seu maior sonho: concluir o ensino médio.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!