Imagens fortes: Mulher trans denuncia agressão por parte de vereador no centro de Itaperuna, no Rio

Geany Lemos, moradora de Itaperuna, município do Rio de Janeiro, denunciou por meio de vídeo divulgado nas redes sociais o momento em que foi agredida de forma inesperada por um homem na última quinta-feira (08/04). O agressor é o vereador e policial militar reformado, Marcos Antonio Cunha.

No vídeo, Geany é segurada pelos braços pelo vereador e jogada no chão de forma violenta, sendo agredida logo em seguida. Pode-se ouvir a pessoa que está filmando dizer “você não é obrigada a ficar aí não“. Felizmente, um homem surge e intervém a agressão, mobilizando Marcos e afirmando que chamaria a policia. Na legenda da publicação, Geany desabafa sobre o ocorrido: “Hoje em Itaperuna fui uma das vítimas de transfobia, fui agressivamente agredida por este homem, que sem saber dos motivos já desceu de um carro me agredindo“, conta.

Pelo simples motivo de eu querer receber um valor do meu programa , sendo que não estou pedindo nada a ninguém, estou apenas cobrando algo que é meu por direito“, desabafa a jovem de 20 anos. “Infelizmente é o mundo que nós trans vivemos, um mundo que nós sempre somos erradas, que nunca veem o outro lado da moeda“. Por fim, ela agradece as mensagens de apoio e espera tudo seja esclarecido. “Esse é o mundo que nós vivemos! Compartilhem e vamos tentar mudar essa nossa rotina, das maiorias das trans e LGTBS do mundo todo“.

Outro lado

Segundo informações do site de notícias local Natividade FM, Marcos Antonio figurou com testemunha em uma ocorrência de crime de suposta extorsão, no Centro de Itaperuna. De acordo com o portal, um rapaz de 24 anos, que não teve sua identidade revelada, teria sido extorquido por Geany, que passou a exigir dinheiro, marcando a área central da cidade como ponto de encontro para a entrega do valor não especificado. Em dado momento, segundo versão apresentada na polícia, Cunha, que estava monitorava o caso, teria saltado de seu veículo e dado voz de prisão à envolvida.

Na delegacia, após análise, o delegado de plantão entendeu que não houve flagrante da suposta extorção e com isso, Geany acabou indiciada, mas responderá em liberdade.

Confira o vídeo

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!