Erika Hilton é “líder da próxima geração”, segundo a revista Time

Depois de aparecer na lista 100 Most Influential People of African Descent, que elege as 100 pessoas negras abaixo dos 40 anos com maior influência ao redor do mundo, Erika Hilton acaba de ser eleita pela revista “Time” uma das 20 líderes da próxima geração.

A reportagem mescla biografia e também destaca o fato de a parlamentar ter feito história ao se tornar a primeira mulher negra e trans a se eleger para a Câmara Municipal de São Paulo. “Falar com Erika Hilton é como participar de seu próprio comício particular. Hilton, que em novembro passado se tornou a primeira mulher trans eleita para a prefeitura de São Paulo, fala alto e ritmicamente, as palavras saindo tão rápido que você acha que ela pode perder o controle. Mas ela nunca o faz; cada frase se transforma em um crescendo inspirador, seja ela falando sobre discriminação contra os negros ou memórias felizes da infância”, diz a matéria.

Em outro trecho, a revista destaca o fato de que “em 2018, ela concorreu com sucesso em uma candidatura conjunta com outras oito pessoas para uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Em seguida, ela saiu para se candidatar à Câmara municipal em 2020, ganhando mais votos do que qualquer outra candidata do país”. Na época, Hilton teve mais de 50 mil votos. “Após a nomeação entre as 100 pessoas negras mais influentes do mundo pelo MIPAD/ONU, fui escolhida pela Revista ‘TIME’ uma das LÍDERES DA PRÓXIMA GERAÇÃO (Next Generation Leaders)“, comemorou a vereadora em seu perfil no Instagram nesta quinta-feira (14/10).

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!