Bolsonaro afirma que pautas LGBTQIA+ são uma forma de “destruir a família” e “dominar o povo”

Jair Bolsonaro (PL) voltou a provocar polêmicas declarações homofóbicas. Ele afirmou, na segunda-feira (10/01), que as pautas LGBTs são uma forma de “destruir a família” e “dominar o povo”.

“Tem LGBT que conversa comigo sem problema nenhum. Tem muita gente que a gente descobre que é depois e o cara tinha um comportamento completamente normal e não tem problema nenhum. Isso tudo são pautas para desgastar. Uma das maneiras de você dominar o povo é você destruir a família com essas pautas”, disse Bolsonaro em entrevista ao canal Jovem Pan News. Ele ainda comemorou que pautas que chamou de “ideologia de gênero” estejam nas mãos do novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça, o que caracterizou como “sorte“.

O ministro foi o nome escolhido por Bolsonaro para a vaga que ele tinha prometido como de um magistrado “terrivelmente evangélico” para a Corte. “Demos uma sorte. As pautas voltadas para ideologia de gênero caíram com André Mendonça. É uma tranquilidade para a família tradicional. E não é só a família tradicional, não. O pessoal que vai morar aí dois homens e duas mulheres, a maioria deles não quer essa promiscuidade toda. Eles querem é trabalhar, cuidar da vida deles e ser feliz entre quatro paredes. Não fica com esse ativismo: ‘Ah, todo mundo tem que aceitar isso daqui, botar na escola‘”, afirmou.

Além disso, o chefe do Executivo também criticou o uso da linguagem neutra. “Você vê: linguagem neutra. O nosso Português já é uma língua difícil, imagina como isso vai se manifestar aí fora perante o mundo. Em um país que venha a adotar isso daí”, disse. 

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!