Rainer Cadete se declara pansexual e conta detalhes sobre sexualidade: “Diziam que eu era gay”

Rainer Cadete, de 34 anos, abriu o jogo pela primeira vez sobre sua sexualidade. Em entrevista ao Põe na Roda, publicada nesta terça-feira (15/02), o ator se declarou panseuxual, falou sobre suas experiências, e contou o que o motivou a falar abertamente sobre o assunto.

Sexualidade para mim é sobre isso: fluidez. É uma coisa muito mais líquida, que vai fluindo e tomando formas, do que algo sólido, que a gente encaixa numa gaveta ou pendura num quadro“, disse o intérprete de Visky, em “Verdades Secretas“. “A minha vivência me mostrou que eu sou capaz de amar, independente do sexo, do gênero. Quando eu falo que a minha sexualidade é fluida, é porque ela pode fluir“, acrescentou. Questionado se poderia se considerado como pansexual, Cadete concordou. “Sim, dá pra dizer que eu sou pan sim. Vale lembrar que eu acredito que a sexualidade é algo muito pessoal. Muitas vezes a gente fica com uma ansiedade em relação à sexualidade do outro. Eu vivi isso na minha pele, era uma criança um pouco mais sensível, diziam que eu era gay e ainda não tinha tido nenhuma experiência”, afirmou.

Às vezes, você nem teve uma experiência ainda e a sociedade já tá te apontando como isso, como aquilo, ou ansiosa pra que você decida a qual lado você vai pertencer. Eu acho que a gente tem que respeitar a sexualidade da pessoa. Ela é da pessoa, então ela vivencia como ela bem quiser. Não cabe à gente dizer se é mentira ou não, se é verdade ou não. A gente só tem que respeitar”, acrescentou Cadete.

O ator também disse que se assumir fluido foi algo muito impulsionado pelo seu em “Verdades Secretas“. “O Visky me ensina sempre sobre a liberdade de ser o que é. Achei que seria um momento importante e bacana, que é sobre mim e sobre tantas pessoas que conseguiram conversar com seus pais por meio do Visky. Acho isso legal e bonito, esse lugar do ator, de vivenciar outras vidas e me ensinar.” 

Confira o vídeo na íntegra

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!