Procedimento íntimo de aumento peniano é um dos queridinhos da vez e mais procurado pelos homens

O aumento peniano voltou a ser palco de debate depois que o cantor sertanejo Tiago Piquilo contou que se submeteu ao procedimento, em julho de 2021, para dar um volume extra ao órgão genital. A técnica não é nova. Nela, o homem pode tanto aumentar o comprimento quanto a largura do pênis. O último, chamado bioplastia peniana, é um dos queridinhos da vez.

A técnica consiste na injeção de um material biocompatível, como o ácido hialurônico, no tecido sob a pele do órgão. O procedimento tem cerca de uma hora de duração e aumenta a circunferência do órgão de 3 a 5 centímetros. “O procedimento é extremamente seguro“, garante Dr. Vitor Mello. Graduado em Biomedicina com Habilitação em Estética Avançada e Expert em Estética Íntima Masculina, Vitor é proprietário de uma clínica em Campinas (SP) onde atende pacientes que buscam o procedimento estético. “O paciente passa por uma consulta para saber das condições de saúde, além de uma avalição física“, explica ele. “A avaliação é importante porque ela determina a quantidade de material que será aplicado“.

Segundo Vitor, o processo é indolor. Já a recuperação prevê basicamente a abstenção de relações sexuais por uma semana. “Seja masturbação, seja acompanhado ou sexo oral, também. Não manipule o pênis de forma alguma, a não ser, óbvio, para ir ao banheiro urinar“, conta. Já para a recuperação total do procedimento, feito com anestesia local, são de 15 dias. “Depois de 15 dias nós solicitamos um retorno a clínica para uma nova avaliação“, ressalta Vitor. “Dificilmente o paciente terá qualquer tipo de problema. O que pode acontecer são hematomas e inchaços nos primeiros dias após o procedimento”.

É comum encontrar “profissionais” oferecendo a injeção de PMMA (polimetilmetacrilato) para aumentar a circunferência do pênis. Entretanto, a substância é altamente contra indicada para essa finalidade. “É o material que dá mais problemas a médio e longo prazo. O ácido hialurônico é o mais seguro e é o que eu utilizo no consultório“, pontua Vitor. Por fim, ele garante: o procedimento não compromete a ereção. “Não afeta de forma alguma. Muito pelo contrário, os pacientes ficam tão seguros de sí que relatam estar mais satisfeitos com o desempenho sexual“.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!