Foto: Divulgação

RJ: ONG Casinha oferecerá oficinas gratuitas de criação artística para pessoas LGBTQIA+

Começa nesta segunda (24/04) a fase de inscrições para a terceira edição do Trapézio Cultural, projeto que visa promover a arte LGBTQIA+, por vezes sub-representada nos espaços culturais. O Trapézio é uma iniciativa da Casinha, ONG com atuação na cultura e educação para a população LGBTQIA+ desde 2017. Serão oficinas gratuitas de Arte Urbana, Vogue, Drag, Poesia e Ilustração. As oficinas acontecem em maio e junho deste ano nas Zonas Norte (Maré e Tijuca), Sul (Rocinha), Oeste (Praça Seca) e no Centro do Rio.

As inscrições para as oficinas serão disponibilizadas por meio de formulário online. A prioridade será para pessoas LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade, sobretudo pessoas trans e pretas. O link será disponibilizado nas redes sociais da Casinha. O Instagram é @casinhaacolhida .

Esta será a primeira edição presencial do projeto. A produção é viabilizada com fomento do FOCA, edital da Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura do Rio. Os locais das oficinas do Trapézio foram escolhidos de forma a contemplar públicos de diferentes regiões periféricas da cidade. A oficina de montação e performance Drag acontecerá no Centro de Referência LGBTI+ da Maré, a de Poesia LGBTQIA+ será realizada na Escola de Música da Rocinha. A oficina de Vogue, no Centro Coreográfico da Tijuca. A de Arte Urbana, no Centro Cultural Professora Dyla Sylvia de Sá, Praça Seca. No Museu de Arte do Rio (MAR), acontecerá a oficina de Ilustração. As inscrições são para 100 vagas no total, 20 inscritos por oficina.

Coordenadora geral de projetos da ONG, Andrea Pech, celebra a realização da terceira edição do projeto sociocultural. “A Casinha sempre acreditou que a cultura é uma poderosa ferramenta de transformação social. Através da cultura, abrimos um espaço de troca sobre os direitos da comunidade LGBTQIAP+. E o Trapézio vem com esse objetivo, não apenas de proporcionar novos conhecimentos para nossa população atendida, mas também de ser uma plataforma de troca que fomenta a produção da nossa comunidade”, definiu.

Andrea destaca ainda a importância da realização do Trapézio Cultural em regiões periféricas do Rio e com a participação de oficineiros destes territórios. “A Casinha, neste e em outros projetos, luta pelo direito à cultura da população LGBTQIAP+ e, por isso, promovemos o acesso dessas pessoas aos espaços de cultura. Ativar os espaços de cultura periféricos e mobilizar agentes locais nesse processo é promover a inclusão no âmbito cultural”, disse.

Programação Trapézio Cultural 2023

Ilustração com Menezes

Local: Museu de Arte do Rio (MAR)
Data: 13/05, Sábado
Horário: 10-17h

Arte Urbana com Yaya Ferreira

Local: Centro Cultural Municipal Professora Dyla Sylvia de Sá
Data: 20/05, Sábado
Horário: 10-17h

Drag com Conga Bombréia

Local: Centro de Referência LGBTI+ da Maré
Data: 27/05, Sábado
Horário: 10-17h

Vogue com Aurora Enibê Onijá

Local: Centro Coreográfico da Tijuca
Data: 03/06, Sábado
Horário: 10-17h

Poesia com Rahzel Alec

Local: Escola de Música da Rocinha
Data e horário a confirmar

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!