“O Seminarista”: Releitura gay do clássico “Dom Casmurro” chega aos palcos cariocas

Qual brasileiro nunca ouviu a pergunta: Capitu traiu ou não traiu? O livro publicado em 1899 por Machado de Assis, gera questionamentos e discussões até os dias atuais. Temas como violência doméstica e a opressão das mulheres pela sociedade são recorrentemente revisitados a partir do clássico romance. Porém, a obra deixa diversas brechas para que outro assunto seja tratado: o amor entre dois homens.

“Machado de Assis foi tão genial que deixou muitos nós desatados em Dom Casmurro para que o leitor, a partir de suas vivências, pudesse apertá-los e tirar suas próprias conclusões. Dentro de uma única história é possível levantar questões sobre racismo, violência contra mulher, diversidade sexual, entre tantos outros. Eu, sendo um homem gay, li um livro completamente diferente do que provavelmente um homem hétero leu. E é justamente a história que eu li que eu resolvi contar nessa peça”, afirma Cleto Araújo, autor, diretor e ator.

Inspirado no clássico “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, o espetáculo se apoia no trecho do livro em que o protagonista, Bento Santiago, se encontra preso no seminário por conta de uma promessa feita por sua mãe. O que ele mais almeja é dar adeus à vida de padre e poder voltar para os braços de sua amada Capitu. Mas tudo muda de sentido quando o jovem seminarista cria laços mais profundos com seu colega de quarto, Escobar. Teriam os dois seminaristas se apaixonado? O triângulo amoroso mais famoso da literatura nacional ganha novas camadas nesta peça escrita por Cleto. Através de um recorte do livro que marcou a literatura nacional, temas como sexualidade e gênero se sobressaem e levam o público à novas possibilidades e interpretações.

O espetáculo apresenta cenas clássicas como, por exemplo, o primeiro beijo em Capitu, por outra ótica e revela segredos escondidos nas entrelinhas do texto original. A peça promete deixar o público reflexivo e entregar novos fundamentos para apoiar ou bagunçar ainda mais as teorias do maior questionamento literário de todos os tempos.

Serviço

O Seminarista
Data: 16, 23 e 30 de junho 
Horário: sextas às 22h
Local: Teatro Candido Mendes -  R. Joana Angélica, 63 – Ipanema. (próximo ao metrô Nossa Senhora da Paz)
Ingressos: Sympla.com.br

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!