Liniker celebra carreira com show no Festival de Inverno, no Rio de Janeiro

Liniker se consolidou na música brasileira não só por ser dona de uma voz inigualável, mas também pelo dom de transmitir sua arte com uma presença de palco expansiva e autêntica. Depois de shows inesquecíveis do seu primeiro disco solo, Indigo Borboleta Anil (2021), a cantora se prepara para subir ao palco do Festival de Inverno, no Rio de Janeiro, no dia 12 de julho. A apresentação, realizada na Marina da Glória, acontece após o anúncio de que seu novo trabalho de estúdio está pronto.

O show será uma celebração de sua carreira e, para isso, Liniker irá passear por atos que revisitam sucessos desde Remonta (2016) e Goela Abaixo (2019), até Indigo Borboleta Anil (2021) e seu novo projeto. A cantora ainda apresentará uma música inédita do próximo álbum. 

Liniker possui um leque rítmico diverso, com sucessos como “Baby 95”, “Mel” e “Psiu”, que somam mais de 49 milhões de reproduções nas plataformas de streaming. As faixas integram o último disco da cantora que, inclusive, lhe rendeu o Grammy Latino de “Melhor Álbum de Música Popular Brasileira”, em 2022. Neste mesmo ano, ela foi a artista brasileira com mais indicações ao prêmio, recebendo três nomeações.

Liniker foi imortalizada pela Academia Brasileira de Cultura em 2023 e, atualmente, acumula mais de um milhão de ouvintes mensais no Spotify. Indigo Borboleta Anil (2021) ultrapassou os 100 milhões de streams e se tornou o terceiro da carreira da artista a bater essa marca. A cantora foi confirmada na gravação inédita de “Negro Gato”, que será trilha sonora do filme Cedo Demais e, neste ano, já participou de feats com Thiaguinho, em “Febre”; e com o Baco Exu do Blues, na faixa “pausa da sua tristeza”. 

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!