Defensoria do RJ quer R$ 1 milhão de indenização de ex-secretário que diz crer na “cura gay”

ezequiel-teixeira-pheeno-capa

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro entrou com uma Ação Civil Pública na Justiça contra o ex-secretário estadual de Direitos Humanos, Ezequiel Teixeira, filiado ao Partido da Mulher Brasileira (PMB), pedindo reparação de danos morais coletivos. O órgão requer o pagamento de indenização no valor de R$ 1 milhão! Em entrevista ao jornal “O Globo”, o pastor se disse a favor da “cura gay” e contra a união homoafetiva.

Segundo a Defensoria, a ação foi motivada “pela humilhação pública da comunidade LGBT”. A indenização seria revertida em ações de promoções dos direitos da população LGBT no âmbito da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos. A Defensoria pede ainda, que o pastor publique um texto informativo do órgão, esclarecendo sobre os direitos da população LGBT. Caso ele descumpra a decisão, deverá pagar multa diária de R$ 10 mil.

Em nota pública divulgada na última quinta-feira (18/02), a Defensoria afirmou que “o Estado Democrático fundado pela Constituição de 1988 é baseado no princípio da dignidade da pessoa humana, o que implica no reconhecimento pleno de todas as formas de afeto e sexualidade, bem como das múltiplas configurações familiares possíveis, todas merecedoras de igual proteção”.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!