André Gonçalves relembra personagem gay em novela: “Fui perseguido e ameaçado de morte”

André Gonçalves falou de um de seus personagens mais marcantes da carreira no “Programa do Porchat” de segunda-feira (23/04). O ator, que se prepara para ser Barrabás em “Jesus”, próxima novela da Record, relembrou a reação de parte do público por ter vivido o homossexual Sandrinho em “A Próxima Vítima” (1995).

“Passei maus bocados por ter feito o Sandrinho. Apanhei, fui perseguido, tomei ovada. Não foi só esse episódio, tive de andar de segurança por três meses, fui ameaçado de morte, perseguido por um grupo do bairro que eu morava”, recorda, citando também o Áureo de “Morde e Assopra” em 2011.

“São personagens incríveis que ajudaram a desmistificar esses dilemas, a abrir a cabeça das pessoas, apesar de a gente ter retrocedido bastante em termos de violência contra a liberdade do outro”, opina.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!