Alemanha criminaliza a “terapia de conversão”

Alemanha é o primeiro grande país europeu a proibir completamente a “terapia de conversão”, tornando crime a prática e propaganda deste tipo de tratamento.

Nesta quinta-feira, dia 07/05, o ‘Deutscher Bundestag’, parlamento da República Federal da Alemanha, aprovou oficialmente a lei que proíbe efetivamente a “terapia de conversão”, a qual tinha como finalidade “converter” a sexualidade de pacientes “não heterossexuais” em heterossexuais.

A nova lei criminaliza a prática da “terapia”, com sentença de prisão de até um ano. Qualquer tipo de “propaganda mascarada” deste tipo de tratamento também está proibida.

De acordo com o parlamento alemão, o Ministro Saúde Jens Spahn declarou: “A homossexualidade não é uma doença. Portanto, o termo terapia é enganador”.

Considerada ultrapassada, bárbara e traumatizante, essa prática já é proibida em alguns estados norte-americano, mas ainda não existe legislação federal no país, apesar dos comprovados efeitos negativos que ela tem sobre a saúde mental dos participantes.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto