Kit Harington diz que pais o criaram em ambiente sem barreiras de gênero: “Pedia boneco e ganhava boneca”

Um dos astros de “Game of Thrones“, o ator Kit Harington revelou em recente entrevista ao site The Telegraph que seus pais o criaram em um ambiente livre de estereótipos em relação a gêneros.

Harington conta que cresceu admirando sua mãe, a dramaturga Deborah Jane, que sempre evitou separar brinquedos nas categorias “para meninos” e “para meninas“. “Eu pedi um Mighty Max e ela me comprou Polly Pocket. Pedi um Action Man e ganhei uma boneca – era muito gênero fluido desde o início. E eu segui isso“, disse o ator de 33 anos. “Eu sinto que, emocionalmente, os homens têm um problema, um bloqueio. E esse bloqueio veio da Segunda Guerra Mundial, passado de avô para pai e de pai para filho“.

Não falamos sobre como nos sentimos porque isso mostra fraqueza, porque não é masculino“, continuou. Ainda na entrevista, Harington falou sobre suas opiniões sobre masculinidade tóxica, revelando que não quer voltar a interpretar personagens estereotipados como Jon Snow. “Tendo retratado um homem silencioso, que era heróico, sinto que, daqui para a frente, esse é um papel que não quero mais desempenhar“, afirmou.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!