Não é bagunça! Homem é espancado por grupo de transexuais após dizer que elas “deveriam ter genitália feminina”

Como já dizia nossa eterna Luana Muniz: “Tá pensando que travesti é bagunça?“. O grupo de amigas Tamzin Lush, Tylah-Jo Bryan e Amarnih Lewis-Daniel uniram suas forças contra a transfobia. As três agrediram um homem identificado como Al Shaheeb, depois que ele afirmou que elas precisavam da genitália feminina para serem “mulheres de verdade“.

Segundo informações do jornal britânico Metro, o caso aconteceu perto da estação de metrô Leicester Square, em Londres. De acordo com o portal, uma das vítimas de transfobia derrubou o rapaz no chão antes que as outras duas, que estavam bebendo nas proximidades, continuassem a agredi-lo. Shaheeb foi levado ao hospital com escoriações graves e um olho roxo. O trio admitiu as agressões e foi condenado a um toque de recolher noturno de seis meses. A jovem Lewis-Daniel recebeu 20 dias de reabilitação obrigatória, incluindo terapia de controle da raiva. Tylah-Jo Bryan também recebeu uma ordem de serviço comunitário de 12 meses.

Vocês três foram submetidas a abusos transfóbicos e raciais extremamente ofensivos. Se não fosse por isso, não teria havido desordem violenta. No entanto, isso não desculpa o que vocês fizeram, vocês foram longe demais em suas reações”, disse o juiz Nigel Seed às mulheres.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!