Após polêmicas, DaBaby tenta se redimir participando de reuniões com organizações que lutam contra o HIV

DaBaby está tentando se redimir após causar polêmica com seus comentários homofóbicos e sorofóbicos durante uma apresentação no final de julho. O rapper de 29 anos se encontrou com nove organizações de caridade referentes ao HIV para se educar em relação as pessoas que convivem com o vírus.

As organizações mandaram uma carta ao rapper chamando-o para conhecer a realidade das pessoas que convivem com essa condição, e agora ele se encontrou com os diretores desses lugares, assim como com sobreviventes do HIV que compartilharam suas histórias pessoais com ele. Marnina Miller, da Southern AIDS Coalition, disse que somente a boa vontade de DaBaby de comparecer à reunião foi um “exemplo positivo” para outras pessoas. “Durante nossa reunião, ele estava genuinamente engajado, desculpou-se pelos comentários imprecisos e ofensivos que fez sobre pessoas vivendo com HIV e recebeu nossas histórias pessoais e a verdade sobre o HIV e seu impacto nas comunidades negras e LGBTQ com profundo respeito”, disse uma das organizações.

 A reunião incluiu representantes do Black AIDS Institute, Gilead Sciences COMPASS Initiative, Centros de Coordenação, GLAAD, National Minority AIDS Council (NMAC), The Normal Anomaly Initiative, Positive Women’s Network-USA, Prevention Access Campaign (U = U), Southern AIDS Coalizão e Grupo Transinclusivo.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!