Bilionário, jornalista Anderson Cooper diz que não deixará herança para filho

Gay assumido, o jornalista e apresentador norte-americano Anderson Cooper, de 54 anos, causou polêmica ao dizer que não deixará nenhuma herança para seu filho, Wyatt Morgan, de apenas um ano. Considerado um dos jornalistas e apresentadores mais respeitados da TV dos Estados Unidos, Cooper tem uma fortuna estimada em mais de US$ 200 milhões, hoje o equivalente a mais de um bilhão de reais.

Eu não acredito em repassar grandes quantias de dinheiro. Não sei o que terei [no fim da vida]. Não estou muito interessado em dinheiro, mas não pretendo ter algum tipo de pote de ouro guardado para o meu filho. Vou seguir o que meus pais disseram … ‘A faculdade será paga, e então você tem que seguir adiante’”, disse o jornalista ao podcast ‘Morning Meeting’. Cooper conta que seu plano é apenas reproduz a vivência dele. Membro da família de magnatas Vanderbilt, ele disse que recebeu “apenas” US$ 1,5 milhão após a morte de sua mãe, a artista, estilista e socialite Glria Vanderbilt, quando faleceu em 2019. “Minha mãe deixou claro para mim que não havia fundo fiduciário, não havia nada disso. Não acredito em herdar dinheiro. Eu acho que é uma maldição”, explicou ele.

Wyatt Morgan nasceu de uma barriga de aluguel no ano passado e é o único filho único de Cooper, que o teve com seu ex-namorado Benjamin Maisani. Primeiro jornalista gay a mediar um debate presidencial nos Estados Unidos, Cooper possui um salário anual estimado em US$ 12 milhões (cerca de R$ 65 milhões). Dentre suas propriedades está uma mansão em Trancoso, no litoral baiano, onde costuma passar férias.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!