Ex-lutador do UFC diz que precisou recorrer a prostituição gay para financiar carreira: “Fiz para viver e lutar”

Yoshinori Horie, lutador japonês de MMA e ex-atleta do UFC, surpreendeu os fãs ao revelar que já precisou recorrer a prostituição gay para ajudar a financiar suas ambições atléticas. Pelo Twitter, o lutador de 26 anos contou detalhes sobre a experiência dolorosa.

Yoshinori conta que, aos 21 anos, um amigo disse que ele poderia ganhar dinheiro masturbando homens em Shibuya, uma região de Tóquio. O lutador foi levado a acreditar que seria dinheiro fácil, mas ressaltou: “Fui enganado de várias maneiras”. “Eu não tinha dinheiro e realmente queria fazer artes marciais por conta própria”, explica o atleta, que passou a se prostituir. Yoshinori continua a história afirmando que ganhou 20.000 ienes (aproximadamente R$ 1000) em menos de uma hora, o que é mais do que ele ganharia em dois dias de trabalho.

O lutador ainda disse que é doloroso lembrar do episódio, mas que foi algo que o ajudou a perseguir seus sonhos. “Consegui 20.000 ienes em menos de uma hora. Pude entrar nas artes marciais em pouco tempo, ultrapassando a quantidade de 2 dias de trabalho em meio período que faço durante 8 horas em pé! É muito doloroso agora, mas enquanto eu estiver vivo, posso perseguir meus sonhos! E eu gosto de mulheres, não de homens! Eu fiz o dinheiro para viver e para praticar artes marciais”, completou.

Não está claro por que ele escolheu revelar a informação agora, mas muitos fãs o apoiaram, agradecendo por sua honestidade e dizendo que ele não fez nada que deva se envergonhar.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!