Cachorro que foi abandonado por ser visto como “gay” é adotado por casal homoafetivo

A história de Fezco, cachorro abandonado por ser visto como “gay” pelos antigos donos, teve um final feliz! O peludo, que se acredita ter entre quatro e cinco anos, ganhou um novo lar e foi adotado por um casal homoafetivo.

Steve Nichols e seu parceiro John deram as boas-vindas a Fezco, que agora se chama Oscar, em homenagem ao dramaturgo gay Oscar Wilde e mora em uma casa em Charlotte, na Carolina do Norte (EUA). Os dois estão juntos há mais de 30 anos. “Nós apenas pensamos que faria sentido que o cachorro gay fosse adotado por uma família gay amorosa. Estivemos sujeitos a esse tipo de intolerância e ignorância ao longo de nossas vidas juntos, e nem sempre podíamos fazer nada sobre isso. Olhamos um para o outro e dissemos, podemos fazer algo sobre isso”, disse Steve em entrevista ao WCCB.

O casal agora está dando ao animal os cuidados que ele precisa, já que o cachorro precisa tratar vermes no coração, que os donos anteriores aparentemente negligenciaram em tratar. Os proprietários anteriores de Oscar o deixaram no Stanly County Animal Protective Services depois de supostamente vê-lo montar em outro cachorro macho. De acordo com a ciência e o senso comum, todos os cães às vezes montam em outros do mesmo sexo. Isto não é necessariamente uma indicação de preferência sexual.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!