Cruz Vermelha dos EUA finalmente passa a aceitar doação de sangue de gays

EUA – “A FDA está empenhada em trabalhar em estreita colaboração com a indústria de coleta de sangue para ajudar a garantir a implementação oportuna das novas recomendações”, disse o Dr. Peter Marks, diretor do Centro de Avaliação e Pesquisa Biológica da FDA em maio deste ano. Agora, a Cruz Vermelha Americana, que realiza mais de 500 unidades de sangue todos os dias, que trazem mais de 4,6 milhões de unidades de sangue por ano – aceitou essas recomendações do FDA, a partir de 7 de agosto de 2023.

Em 11 de maio deste ano, a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) atualizou suas recomendações para avaliar a elegibilidade de doadores de sangue, que emprega uma série de perguntas baseadas em risco destinadas a reduzir o risco de infecções por HIV que podem ocorrer a partir de transfusões de sangue. As perguntas atualizadas agora são as mesmas para todos os doadores, independentemente da orientação sexual, sexo ou gênero.

O secretário de saúde da Carolina do Norte, Kody Kinsley, que é gay, prometeu estar entre os primeiros a doar com a mudança: “Estou emocionado que, depois de décadas de uma política que foi reforçada no estigma, o FDA se apoiou na ciência e criou uma política baseada em comportamentos de risco e não em quem as pessoas são”, disse Kinsley ao WFAE.

Apesar das atualizações recentes, algumas barreiras à doação de sangue ainda permanecem para os HSH. Por exemplo, doadores em potencial que relatam ter feito sexo anal com novos parceiros nos últimos três meses não poderão doar, de acordo com a Advocate: “A Cruz Vermelha comemora esse progresso significativo e também reconhece que há mais trabalho a ser feito para tornar a doação de sangue ainda mais inclusiva”, escreveu a agência em seu site.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Bee 40tona

Você vai curtir!