Jovem trans que sonha em servir ao exército realiza alistamento: “não posso ter medo”

Allan Guimarães, um jovem trans de apenas 18 anos, tem o sonho de se tornar membro das forças armadas pelo Exército Brasileiro. Guimarães conseguiu a retificação de gênero no ano passado e aproveitou o serviço obrigatório militar para se alistar nas Forças Armadas. No dia da visibilida de trans, a Defensoria Pública do Distrito Federal organizou o primeiro mutirão específico para homens trans, que ocorreu na segunda-feira (29/1) e atendeu 30 pessoas.

“É uma coisa que arde assim no meu coração, que eu sinto uma vontade apaixonante de servir ao meu país”, disse ao Portal Metrópoles. Para o jovem, a possibilidade de preconceito dentro das Forças Armadas não pode ser um impeditivo: “Não posso viver com medo. Eu quero mostrar que pessoas trans podem estar em todo lugar que quiser”, destacou.

A coragem do rapaz impressionou Heittor Neves, 21, ou jovem homens trans de 21 anos, mas que não pretende servi às forças armadas. Os dois deram uma entrevista completa sobre suas aspirações ao Metrópoles Entrevista onde destacaram os ideais de cada um do mutirão e como percebem a carreira militar, hoje, no Brasil descredibilizada pelo último governo que se demonstrava ati-trans.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Bee 40tona

Você vai curtir!