Boxeador perde contrato com uma das principais agências do esporte após comentários LGBTfóbicos

Foto: MTK Media

O boxeador britânico James Hawley, de 21 anos, perdeu seu contrato com a agência MTK Global, uma das principais do esporte, depois de afirmar em vídeo divulgado em seu perfil no TikTok, ser contra gays e transexuais.

“Eu mil, um milhão por cento não concordo com nada disso. Olha, eu entendo que mulheres ficam com as outras em festas o tempo todo e tudo mais. Eu não ligo, não é um problema, eu quero que façam isso na minha frente. Mas homens e transexuais, tem algo seriamente errado com vocês. O que no mundo faz você querer mudar seu gênero ou dar o c*. O que vocês estão fazendo? Eu tenho dó de suas famílias”, respondeu o boxeador após ser questionado por um seguidor se ele apoiava a comunidade LGBTQ+.

Após a repercussão negativa do vídeo, a MTK Global afirmou em resposta a uma seguidora ter encerrado seu contrato com James. “A equipe tomou a decisão de terminar o contrato do Sr. Hawley com a MTK Global de forma imediata e não irá mais representá-lo de nenhuma forma… A MTK Global não apoia ou permite em nenhuma instância as opiniões que foram compartilhadas e esse tipo de comentário não será permitido jamais de nenhum de nossos lutadores”, diz um trecho da mensagem.

Com o perfil em modo privado no Instagram, James gravou uma serie de stories afirmando que a decisão da agência foi injusta. Segundo ele, sua fala foi um momento de “raiva” por conta de mensagens que recebe de homens gays nas redes sociais. “Eu cansei de receber mensagens e imagens nojentas e pertubadoras de algumas pessoas da comunidade gay e estava com raiva e disse coisas que não pretendia. Eu tenho amigos e até tenho um primo que são gays, então eu nunca quis dizer aquilo e peço desculpas a quem eu ofendi”, afirmou.

“Ao mesmo tempo, como você se sentiria se integrantes do público gay te mandassem mensagens e vídeos inapropriados diariamente, basicamente abusando de você. Se isso fosse com uma menina seria completamente diferente, estariam fazendo algo contra as pessoas mandando as coisas inapropriadas para ela. Eu também acho que foi uma decisão muito injusta da MTK e eu gostaria de ter a oportunidade de mostrar o meu lado da história, o motivo pelo qual eu gravei o vídeo e amostrar as provas de que foi algo baseado em raiva e não sobre o que eu acredito”, finalizou.

CONFIRA O PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!