Candidato americano conservador afirma que “sexo gay mata mais que cigarro”

Hardy Billington, político republicano de 65 anos que está concorrendo para representar a câmara de Butler County, em Ohio, fez uma declaração polêmica ao afirmar que sexo gay é altamente prejudicial à saúde e costuma matar mais do que o uso de cigarros.

De acordo com o site GayStarNews, Billington afirmou que “estudos revelaram que a homossexualidade, seja feminina ou masculina, pode te tirar 10, 20 ou até 30 anos de vida”. “Se nos preocupamos com cigarro que pode dar câncer, por que não com a homossexualidade? É um comportamento que mata pessoas e ninguém se importa. Pior do que isso, estamos encorajando as pessoas a se tornarem gays”, continuou.

Como se não bastasse, o apoiador de Donald Trump ainda sugeriu uma espécie de campanha para salvar homossexuais. “Se você ama alguém que tem esses comportamentos destrutivos, ame-os de verdade e não cegamente. Ofereça ajuda e diga que você quer salvar a vida dessa pessoa. Vamos trabalhar juntos!”, disse.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!