Pastor morre de Covid-19 após relacionar pandemia a LGBTs e sexo antes do casamento

Morreu na terça-feira (03/11), aos 75 anos, vítima de Covid-19, o pastor e televangelista norte-americano Irvin Baxter Jr. Em março, o fundador do End Of Time Ministries (Ministérios do Fim dos Tempos) e apresentador do programa de TV “End Of the Age” (Fim dos Tempos), causou polêmica ao culpar LGBTs e relações sexuais antes do casamento pela pandemia.

“Se pensamos que podemos ignorar a Deus e vivermos uma vida pecaminosa… Bem, nós não podemos. Você sabe, eu acredito (…) que Deus pode estar usando isso (pandemia) como um chamado. Este coronavírus pode ser um privilégio, e eu vou te dizer isso: há um julgamento bem maior chegando“, afirmou ele em março. Baxter era conhecido por suas profecias condenatórias do fim do mundo e repetidas pregações contra a homossexualidade, citando passagens da Bíblia que pediam que gays fossem “condenados à morte” enquanto ele se enfurecia contra o casamento do mesmo sexo e a aceitação de pessoas LGBTQ+ no cristianismo.

Em comunicado, o ministério do qual Baxter é fundador anunciou que pretende continuar com as atividades apesar de sua morte. Davi Robbins, co-apresentador da atração, irá assumir as funções de Baxter. “Sentiremos sua falta, mas ele está com Jesus“, afirmou Robbins. “Toda a sua vida era sobre uma coisa, compartilhar a mensagem do Evangelho. Continuaremos em seu legado, compartilhando a mensagem e as boas novas“, acrescentou.

Os EUA lideram a lista das nações com mais casos da doença. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o país soma mais de 10 milhões de casos e quase 238 mil mortes. 

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!