Ator Igor Cosso fala sobre homofobia nos bastidores da TV: “Falavam que não seria bom um ator gay se assumir”

Responsável por dar vida ao personagem Junior na novela “Salve-se Quem Puder“, o ator Igor Cosso, de 29 anos, falou em entrevista ao canal Transdiário no YouTube sobre a resistência e o preconceito que existem contra artistas assumidamente homossexuais nos bastidores da televisão.

Eu percebi que nesse meio artístico, as pessoas são super ‘vida livre’, só que quando chegava um galã da novela, não pode se assumir gay. Quando eu comecei a trabalhar com televisão, conheci vários atores gays famosos. Eu conversava sobre isso com eles, e entendia o medo deles, porque as próprias pessoas grandes do mercado falavam que não seria bom um ator gay se assumir”, disse Igor, que assumiu sua homossexualidade em junho de 2020.

Ele explicou, dizendo muitos atores temem pela possível reação dos telespectadores. “Dizem que se eles [os atores] saírem [do armário], a dona de casa, que assiste a novela, não ia mais acreditar no personagem e não seria mais interessante para a novela. E você sendo um ator que ama sua profissão e quer trabalhar, na hora você deixa de ser quem você é“, afirmou.

O ator lembrou ainda de quando foi para Marrocos, gravar uma novela da Record. “Fiquei lá dois meses. E eu lembro que estava em uma reunião e alguém comentou sobre as regras da viagem: ‘Lá é proibido ser gay’. Na hora eu pensei, então eu não posso entrar“.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!