“Muitos ficaram no armário, é muito triste”, diz ex-jogador Neto sobre amigos gays no futebol

No ar na Band, o ex-craque Neto revelou durante o quadro “Neto Responde”, desta terça-feira (07/09), que já teve alguns amigos gays ao longo de sua carreira no futebol. Segundo ele, alguns preferem não falar sobre a sexualidade de forma pública por conta do preconceito e discriminação.

“Já tive vários amigos gays no futebol. Só que assim, da época que eu jogava, eles sempre ficaram muito no armário. Esse preconceito com a orientação sexual vem melhorando muito agora, mas muitos ficaram no armário, é muito triste”, revelou Neto, que já se manifestou diversas vezes favorável aos LGBTQIA+. No dia do orgulho, por exemplo, o apresentador disse em seu programa “Os Donos da Bola” que os LGBTs são “melhores que os héteros”.

“Acho que esse mundo precisa aprender que a gente não tem que ter preconceito com absolutamente nada. Hoje é o Dia Internacional do Orgulho LGBT…. Dizer a importância da gente ser uma pessoa melhor. Tantas pessoas morrem em relação a orientação sexual; a gente tem que ter o orgulho de poder ter essas imagens. A gente precisa disso. O mundo precisa disso. Vocês são muito melhores do que as pessoas héteros, que acham que mandam no mundo, e que não mandam nada”, disse.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!