Dono do canal “Um Diabético”, jornalista Tom Bueno lança questionário sobre doenças crônicas em pessoas LGBTQIA+

Ex-jornalista da TV Record, onde atuou por mais de 10 anos, Tom Bueno acaba de lançar um questionário com o objetivo de compreender alguns problemas da comunidade LGBTQIA+ brasileira em relação à saúde. Declaradamente gay, Tom recebeu o diagnóstico de diabetes aos 22 anos e agora se dedica a falar sobre a doença para mais de 130 mil seguidores em seu canal no YouTube, “Um Diabético“.

O jornalista conta que ao longo dos anos, em meio a pesquisas e consultas com profissionais especializados em diabetes, notou que o fator emocional é um dos pontos mais importantes para o controle e prevenção da doença. Tom destaca também uma recente pesquisa feita nos Estados Unidos, que apontou que a homofobia e não aceitação da família são apenas algumas de tantas outras situações vividas pela comunidade LGBTIQA+ que podem levar ao agravamento do diabetes. “Recentemente, li uma pesquisa do Behavioral Risk Factor Surveillance System, dos Estados Unidos, que indica que a orientação sexual dos americanos poderia ter relação com o surgimento de doenças crônicas, como o diabetes”, declara ele.

Quero avançar um pouco mais e saber se você toparia responder algumas perguntinhas para me ajudar a produzir um conteúdo inédito! Se tudo der certo, pode até virar um documentário no canal ‘Um Diabético’ do YouTube”, adianta o jornalista. Clique aqui para participar da pesquisa e responder o questionário.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!