Estudo americano indica que dormir acompanhado melhora a qualidade do sono; sozinho tem mais insônia

Um estudo da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, avaliou a relação entre a qualidade do sono e a companhia na cama. Para isso, mil adultos participaram da pesquisa e foi constatado que dormir ao lado do parceiro proporciona uma qualidade de sono maior. Também foram avaliadas pessoas que dormiam com filhos, sozinhos ou com outros parentes e, nesses casos, os problemas com o sono eram maiores.

Para aqueles que dividiram a cama com um companheiro “na maioria das noites“, os relatos de insônia foram menores, além de terem menos fadiga e menor risco de apneia do sono, distúrbio que afeta a respiração. Passar a noite na companhia do amado também proporcionou menores índices de depressão, ansiedade e estresse; associado a um maior apoio social, satisfação com a vida e relacionamentos. Por outro lado, quem dormiu sozinho em suas camas teve maior risco de apneia, mais sonolência e “maior gravidade da insônia“. Dormir sem companhia também foi associado a maiores chances de depressão, menor suporte social e menos satisfação com a vida e relacionamentos.

Durante o estudo, também foram analisadas as pessoas que compartilharam a cama com filhos e parentes. Nesse caso, além de o problema da insônia ficar mais grave, dormir com crianças foi associado a mais estresse e ao menor controle sobre o sono. “Até agora, muito poucos estudos exploraram essa relação, mas nossas descobertas sugerem que dormir sozinho ou com um parceiro, ou com um membro da família ou animal de estimação, pode afetar nossa saúde do sono”, afirmou Michael Grandner, diretor do Programa de Pesquisa em Sono e Saúde da Universidade do Arizona.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!